eu quero falar o que sinto.........


Os senhores da Terra optaram pela aceleração do "desenvolvimentismo". Modelo consumista insustentável ante a natureza mãe. Exterminam-se de forma impiedosa milhões de vidas sencientes, o que traz junto os atuais descalabros sócio ambientais... Este é o trilho inexorável e involuto do financismo rentista global, gerador das calamidades sócio políticas e da desvitalização humana nas chamadas enfermidades "crônicas",

...Vivemos um processo de decadência como natimortos anestesiados pela mídia venal e corrupta, aceitando a pulverização do "veneno nosso de cada dia" na agro cultura transgênica, e na carcinogênica PECUÁRIA INDUSTRIAL; Formulados ideologicamente pela logica do LUCRO como um fim, aceitamos passivos o suicídio coletivo da nossa espécie, assistindo os elementos de sustentação vital desaparecer na poluição do ar, nas águas doces e nos mares, mas especialmente na alimentação "carnista", super quimifica e desvitalizante...

Foi gerado em apenas dois séculos uma engrenagem essencialmente antivida, que inverteu todos os valores e códigos éticos minimamente necessários para a sobrevivência sustentável.

Impregnou-se na espécie humana uma brutal insensibilidade ante seus próprios semelhados, e aos animais não humanos (impera o desamor organizado pela ganancia e ignorância).

Agredindo-se arrogantemente a natureza materna e a todos os seres sencientes; explorando-os de forma brutal e abominável, transformando-os em meros produtos alimentícios mercantilizados, instituindo a violência do "especismo" consentido e cultuado na idiotia comportamental, algo absolutamente amoral e passivo pelo consentimento da barbárie do holocausto animal. São estes os fatores negativos pós modernos, intrinsecamente associados a já insana corrida secular rumo ao "ouro de tolo" que sustenta o sistema das mercadorias e do luxo&lixo...

Percorrendo os olhos nos jornais...

...Assim após séculos de malefícios, e de histórica omissão midiática, hoje assistimos algumas restrições, e até condenações penais, aplicadas às duas maiores 'industrias da morte" no planeta: a do tabaco e a do álcool;
já merecendo a alimentação processada pela indústria, a esta altura da história humana, um questionamento crítico maior, e ainda que tardia, a devida apuração das milhões de mortes "evitáveis", provocadas por estas industrias, que por incentivos publicitárias enganosos, e da colaboração de "profissionais da saúde" mercenários ditos médicos que sobrevivem (des)"orientando" uma humanidade crônicamente enferma...
Sendo todo este processo invertido e por que não criminoso, executado em nome do almeijado e insaciável lucro!.

Tornando a sociedade num todo, envolvida e vítima, deste estilo irracional que nos é imposto; estilo provocante e predador, e completamente desviado da normal idade de se bem viver...
  A mídia cumpre a sua função de forte parceira comercial manipulando, e desinformando o público  incauto, defendendo os seus próprios interesses empresariais, preocupada em como vender mais pão e circo, enquanto, paradoxalmente, atira no próprio pé. Iludindo-nos de que o caos, situa-se apenas nos equidistantes Iraque e Afeganistão, Haitis. Criou-se a sutileza escamoteadora de varrer sempre "as verdades inconvenientes" para debaixo do tapete!
Porque temos no mundo, mais de 500 milhões de armas de fogos comercializadas?!..
(Porque uma em cada doze dos habitantes deste planeta está armada?!)
Porque matar uns aos outros é muito lucrativo...
substituiu o não rentável "amai-vos uns aos outros" !
Por não poder haver mesmo conciliação e paz numa sociedade subdividida nos seus interesses vitais,
 se confirma o que disse São Paulo: “o mundo jaz no maligno”; e dele não consegue submergir...até a sua autodestruição.
Nem havendo mais necessidade das guerras econômicas clássicas, para que os lucrativos genocídios em massa, inerentes a barbárie do capitalismo, acorram cotidianamente!....
As violências internas, de cada nação, subistituem gradativamente as guerras formais... e para constata-lo, basta percorrer os olhos nas chamadas ”páginas policiais”dos jornais,  ou dos "noticiários " televisivos...
Surgindo a indagação:...mas a quem isto interessa?.
Na sua resposta estará explicíto o enigma proposto; pois refletindo descobriras a fúria demolidora das forças “capitais” que nos mantém dominados há séculos, e nos (des) governam...
para o benefício de pouquissímos...


Vi também uma seqüência reveladora de fotos, das chamadas “personalidades” ou “celebridades” da semana...
Meu Deus!...Meu Deus!...
Aos olhos, formam todos, (só aparentemente) , “um clube” especial de pessoas, felizes, e saradas!
porém, ao examiná-las com num zoom mais apróximado, num diagnóstico visual (Bo-Chin):
aí sim, nota-se bem, como são indecorosos, taciturnos , e de como estão crônicamente enfermos!..
Isto é que é sim, o autêntico circo de horror!...
e o que é mais grave ...nem eles próprios podem perceber...
e talvez jamais virão a sabê-lo!
pois com a sensibilidade perdida,
estão “cegos, surdos, nús, e miseráveis”...
e ainda por cima, “se achando”...
como na clássica fábula de Hans Cristian Andersen,
(do Rei que desfila nú sem sabê-lo... mas imaginando-se estar lindamente trajado!)
Isto desde que venderam sua alma ao espírito da mentira e da dúvida,
“adorando mais a criatura, do que o próprio Criador”
Sim...entregues ao que é principal das trevas!...
Convivendo entre falsos amigos, forçados sorrisos, abraços “sem braços”...
“indo de mal a pior... enganando, e sendo enganados”...Muitos, com suas ferinas peles esticadas em $ofisticadas operações...
(não admitem nem o curso natural do tempo; crendo mesmo que o "Deus" dinheiro poderá impedí-lo)
Surrealmente, implantam na própria face, o ouro em fio adquirido,(“botox”).
Deformando-se... mutilando-se. Para que?...
Para tornarem-se a esfinge ora decifrada, sustentada por corpos inflados de “bombas” dietéticas,
plastificados de sile & cones...
Consciências alienadas, perdidas, buscando ansiosas uma inaccessível “beleza” padronizada...
seqüestrada!...e que jamais poderá ser resgatada no labirinto progressivo das suas ilusões mundanas!...


Todavia, em tudo isto, já se prefigura mesmo uma autêntica justiça absoluta antecipada,
penalizando-os, indiretamente, pelo juízo Divino de "merecimentos";
que já os punem pelo domínio cruel da exploração desumana, que praticam impiedosamente,
pela sua total usência de solidariedade, aos seus próprios irmãos menores...
incluindo aí também os chamados “irracionais”.


E finalmente, cheguei às imagens dos denominados “divertimentos” e “artes”...
produzidos pela industria mundial dos entretenimentos...
Sim, pois afinal , “merecemos” nos di$ trair um pouco, ante tanto estresse que nos é imposto..
Aí vamos encontrar a mesmice das futilidades reinventados... ...a meta “arte” e$telionatária em marketing ....dos falidos ícone$...
quanta estultícia exposta!... quanta ilusão comercialmente imposta!...
vãns transformações industrializadas...totalmente ocas!...que não trazem, nem pode nos acrescentar absolutamente nada!..
”it’s all business” ...tudo por dinheiro...for money...das geld...e para o próprio!
Quem possuí-lo em excesso, poder-se-á usufruir as infindas “inutilidades” oferecidas...
Expostas para vendas nas atrativas vitrines,
do chamado “mercado das artes”...
a ilusão da complentação...
justificando o egoísmo crônico, e a alienação de qualquer  participação solidária... sempre ausente...

Nenhum comentário:

Postar um comentário