eu quero falar o que sinto.........


Os senhores da Terra optaram pela aceleração do "desenvolvimentismo". Modelo consumista que desconstrói sem sustentação a natureza mãe. Exterminam-se diariamente de forma impiedosa milhões de vidas sencientes, o que traz junto os atuais descalabros sócio ambientais... Este é o trilho inexorável e involuto do financismo rentista global, gerador implacável das calamidades políticas e sociais e das chamadas enfermidades "crônicas", confirmando a célere desvitalização humana...Assistimos o processo de decadência como natimortos anestesiados por uma mídia venal e corrupta, aceitando que o "veneno nosso de cada dia" pulverize-se na agro cultura transgênica, e na abominável e cancerígena PECUÁRIA INDUSTRIAL; Fomos Contaminados ideologicamente pela logica do LUCRO como um fim, para aceitamos passivos o suicídio coletivo da nossa espécie, enquanto os elementos de sustentação vital vão desaparecendo: na poluição constante do ar, das águas doces, e dos mares e oceanos, e em especial na alimentação "carnista" absolutamente quimifica e desvitalizada...

Geraram-se em apenas dois séculos uma engrenagem tão nefasta, essencialmente antivida, que condenou-nos a total inversão de valores e códigos éticos minimamente necessários para uma sobrevivência sustentável. Estão hoje impregnados na espécie humana a brutal insensibilidade ante aos seus próprios semelhados, e em especial aos animais não humanos (o desamor organizado impera pela ganancia e ignorância). Agride-se arrogantemente a natureza materna e a todos seres vivos; explorando-os de forma brutal e injusta, transformando-os em meros produtos alimentícios mercantilizados, instituindo a violência do "especismo" consentido e cultuado na idiotia comportamental, algo absolutamente amoral e passivo no consentimento aético da barbárie do holocausto animal. São estes os fatores negativos pós modernos, intrinsecamente associados a já insana corrida secular rumo ao "ouro de tolo" do sistema das mercadorias e do luxo&lixo...é este o meu sentimento do mundo atual...

Deus Pai Criador...

Deus Criador, deu-nos a "terra livre", e o animal racional Homem, criou a “cerca”...Deu-nos a vida expontânea e solidária, porém o Hominídeo, arbitrariamente, optou pelo egotí$mo...
aprimorando cada vez mais a barbarie excludente do Capitali$mu$!..
(que é a projeção socializada e sistémica do Egoísmo humano) ...
Para vários séculos mais tarde;  vivenciarmos a abominável era da Plutocracia financista!... 
Na qual, 40% de toda riqueza mundial, se encontra nas mãos de apenas 37 milhões de habitantes...( Cigarras) o equivalente a 1% da população adulta do planeta!...
em contrapartida, os 50% mais pobres do mundo, ( formigas), possuem apenas 1% da riqueza global...

E de um total de 7 bilhões de habitantes no planeta; 
aproximadamente,1 bilhão é constituído de famélicos...
Este é o legado cultural do neoliberalismo, que a "Escola de Chicago"
 querem nos doutrinar como único viável e "possível"!...São as Cigarras, com seu canto midiático, doce e unanime, que transformam as “bolsas de valores”,
nos frenéticos cassinos!..
E no rolar dos dados...
submetem a preciosidade vida, e o destino planetário, ao perde e ganha oscilatório, das voláteis “ações”...

Entretanto, o modelo ultra concentrador de renda, mostra-se  insustentável, e esgotado, iniciando a sua derrocada fatal...
Que gradativamente; deu-se como marco histórico à partir do dia 14 de março de 2008...memorizem bem desta data : 

a “sexta-feira negra”: quando o FED ( Banco Central norte-americano) decidiu por decreto, "salvar" com dinheiro público (das "contribuintes" formigas!!!), o secular Banco Bear Stearns;
  simbolizando neste ato, o início do fim, da útopia neoliberal do famigerado mercado globalizado...