eu quero falar o que sinto.........


Os senhores da Terra optaram pela aceleração do "desenvolvimentismo". Modelo consumista e insustentável ante a vida no planeta. Extermina-se diariamente de forma impiedosa a natureza mãe e milhões de vidas sencientes, causando os atuais desequilíbrios sócio ambientais... Este é o trilho inexorável e involuto, traçado pelo financismo rentista global, gerador das atuais crises sócio políticas, e da calamidade ambiental, da desvitalização, da ausência de imunidade natural, nas chamadas enfermidades "crônicas",

...Vivemos este processo de decadência moral e fisiológica como se fossemos seres já natimortos, anestesiados pelas contra informações de uma mídia venal, deseducadora e corrupta, aceitando passivamente a pulverização do "veneno nosso de cada dia" na agro cultura transgênica, e na carcinogênica e (criminosa) PECUÁRIA INDUSTRIAL. Vivemos o pesadelo da formulação ideológica da "logica do LUCRO" como um fim em si, participando involuntariamente do suicídio coletivo da espécie, assistindo todos elementos básicos de sustentação vital desaparecerem na poluição do ar, das águas doces e nos mares, mas especialmente na alimentação industrializada e "carnista", hiper quimifica e desvitalizante...

Gerou-se em apenas dois séculos da história humana na terra, uma engrenagem essencialmente antivida, que inverteu todos os valores e códigos éticos minimamente necessários para a sobrevivência sustentável.

Impregnou-se na espécie humana uma brutal insensibilidade perante os seus próprios semelhados, e também aos animais não humanos (império do desamor organizado pela mera ganancia e ignorância).

Agride-se arrogantemente a natureza materna e a todos os seres sencientes; explorando-os de forma brutal e abominável, transformando-os em meros produtos alimentícios mercantilizados, instituindo a violência do "especismo", consentido e cultuado na idiotia comportamental das nações globalizadas, algo absolutamente amoral, aético, no consentimento da barbárie do holocausto animal. São estes os fatores negativos pós modernos, intrinsecamente associados a já insana corrida secular do capital rumo ao "ouro de tolo", que sustenta o sistema das mercadorias, das guerras, do luxo e do lixo...

Dictum et Factum...(Dito e Feito)




O Brasil é um país em que as crianças até 12 anos, assistem em média 5 horas de TV por dia...por isso em nenhum outro país do mundo, uma GRUPO  de TV com  monopólio cruzado,  influência tanto quanto o "Plim Plim"...que tem uma linha subliminar programada na desinformação, ou deseducação!...
Será que Titia Net, conseguirá um dia, nos "libertar" da abominável manipulação e alienação imposta?!.
Ou estamos em vias de termos nela outras formas de sermos   também subjugados?!
A programação do entretenimento brasileiro ... chega a ser bizarra!  abusando e estimulando os mais  váriados preconceitos.
 Cultivam a intolerância, o bullying, e a violência…
entreter nesta ideologia, significa perder e não adquirir algo...
As exceções são muito muito raras. Os chefes diretores de programações, costumam dizer que o público gosta das mediocridades que vão ao ar. Falácia pura. 
O público não tem nenhuma escolha. Não há um único canal comercial com programas realmente alternativos, instrutivos diferentes do padrão que as próprias redes de TV impõem.

 "a Mídia só pode mesmo reivindicar a liberdade de desinformar, ao impor seu ideário, e de manter um monólogo prejudicial à sociedade. Distorcendo as notícias segundo seus próprios critérios, a mídia impede o público de conhecer os vários aspectos que compõem um acontecimento, um fenômeno. Privado disso, da informação completa, isenta dos filtros midiáticos, o público não tem como exercer seu direito de livre pensamento, de livre expressão, de livre escolha. 
Suas avaliações ficam prejudicadas porque se baseiam em apenas um lado da história: o que a mídia quer que ele saiba. Seu conhecimento, sua capacidade de julgamento e sua consciência, portanto, são manipulados."