eu quero falar o que sinto.........


Os senhores da Terra optaram pela aceleração do "desenvolvimentismo". Modelo consumista e insustentável ante a vida no planeta. Extermina-se diariamente de forma impiedosa a natureza mãe e milhões de vidas sencientes, causando os atuais desequilíbrios sócio ambientais... Este é o trilho inexorável e involuto, traçado pelo financismo rentista global, gerador das atuais crises sócio políticas, e da calamidade ambiental, da desvitalização, da ausência de imunidade natural, nas chamadas enfermidades "crônicas",

...Vivemos este processo de decadência moral e fisiológica como se fossemos seres já natimortos, anestesiados pelas contra informações de uma mídia venal, deseducadora e corrupta, aceitando passivamente a pulverização do "veneno nosso de cada dia" na agro cultura transgênica, e na carcinogênica e (criminosa) PECUÁRIA INDUSTRIAL. Vivemos o pesadelo da formulação ideológica da "logica do LUCRO" como um fim em si, participando involuntariamente do suicídio coletivo da espécie, assistindo todos elementos básicos de sustentação vital desaparecerem na poluição do ar, das águas doces e nos mares, mas especialmente na alimentação industrializada e "carnista", hiper quimifica e desvitalizante...

Gerou-se em apenas dois séculos da história humana na terra, uma engrenagem essencialmente antivida, que inverteu todos os valores e códigos éticos minimamente necessários para a sobrevivência sustentável.

Impregnou-se na espécie humana uma brutal insensibilidade perante os seus próprios semelhados, e também aos animais não humanos (império do desamor organizado pela mera ganancia e ignorância).

Agride-se arrogantemente a natureza materna e a todos os seres sencientes; explorando-os de forma brutal e abominável, transformando-os em meros produtos alimentícios mercantilizados, instituindo a violência do "especismo", consentido e cultuado na idiotia comportamental das nações globalizadas, algo absolutamente amoral, aético, no consentimento da barbárie do holocausto animal. São estes os fatores negativos pós modernos, intrinsecamente associados a já insana corrida secular do capital rumo ao "ouro de tolo", que sustenta o sistema das mercadorias, das guerras, do luxo e do lixo...

Lucros e Enfermidades...nº1


Porque estamos sujeitos a tantas enfermidades?  Misérias urbanas , e violências ...

Uma pequena explanação Fisiológica ajuda a compreensão: Sobre a ingestão alimentar dos produtos ofertados pelo Agronegócio brasileiro: Em vários aspectos  nossa política agraria é criminosa.

Dóceis animais, re criados industrialmente de forma cruel; nutridos por rações químicas venenosas , a base de grãos ( produto
 viável se fosse dirigido para a erradicação da fome planetária, mas é desviado do consumo  humano, para alimentar o animal)...São  abatidos, agro-industrializados,  processados e quimificados na cruel industria da Carne. Destino: exportação ao G7; Russia e agora China...e o restante é comercializada por aqui, como "alimentos sadios"...com grife de marca,  Vestuários; e outros artefatos...da famigerada e lucrativa industria do couro... 
Seres vivos transformados em produtos de consumo!

 O canibalismo Hi-Tech; culturalmente imposto e aceito, vilmente executado e imposto por sua “excelente margem” de lucro...
 Satisfação de bolso, e  do paladar das massas consumidoras de "alimentos" . 
 
Todos os dias na Terra, barbaramente, milhões de “cabeças” são “abatidas”. E o ramo do "corte"...O ser humano do séc 21 não consegue mais nutrir-se sem abater várias outras espécies fora da sua cadeia alimentar...criou-se o mito das "proteínas indispensáveis"  o que "estimula" com teses nutricionais a carnificina industrializada...Estudos atuais comprovam serem as proteínas vegetais melhores e mais ricas em nutrientes...Paralelo a essa espantosa e inquestionável anormalidade, só em 2014; foram despejados sobre nossos campos; 103 bilhões de litros de venenos (eufemismo para  os chamados “defensivos agrícolas” ou agrotóxicos) para que as monoculturas dos latifúndios, e fazendas médias ganharem  mais em produtividade... 

Adoecendo-nos, sustentamos os gigantescos faturamentos do maligno trio corporativo: a indústria do alimento químico; dos medicamentos sintomáticos; e dos agrotóxicos...
Nesta ultima campanha eleitoral, a candidata vencedora , os políticos verdes e seus opositores em geral ,  ditos "ambientalista", não pronunciaram nenhuma virgula, e não fizeram observação alguma a respeito das conseqüências desta criminosa e silenciosa devastação fisiológica , agrícola e ambiental, nem sobre a gradativa substituição da pequena agricultura (familiar), pelos latifúndios mono culturais...o principal fator da violência, e do inchaço urbano (favelização)...Pois estão envolvidos até o pescoço com o sistema criminoso. Suas campanhas eleitorais são financiadas por eles. Não foi ao acaso, que "os verdes" logo foram apelidados de "eco capitalistas"...pois para eles VERDE significa apenas uma cor a mais no espectro solar...nada mais que isso...pobre pátria amada..enferma e desavisada!